domingo, 16 de novembro de 2008

Texto de opinião: "A criminalidade"

Portugal está a tornar-se cada vez mais violento, inseguro e perigoso. Qualquer um de nós se apercebe disso, nem que seja ao olhar distraidamente para um jornal ou um noticiário, e muitos dos episódios relatados surgem muito por culpa do novo Código Penal.
Aquele documento que o governo de José Sócrates aprovou, coloca em liberdade assaltantes perigosos, assassinos e violadores. Cada vez mais me indigno ao ver criminosos saírem das cadeias de cabeça erguida e de ar impune e, muitas vezes, nem chegam a entrar num estabelecimento prisional.
E as pessoas? Aquelas que nunca esqueceram a violência de que foram vítimas? E os familiares dos inocentes que perderam os seus entes queridos, por causa de um louco qualquer? Nisto, o Estado não pensa, quando indminiza vergonhosamente seres humanos, e quando arquiva os processos de forma fria e distante, pensando: pronto já está. Que venha o próximo. O único objectivo deste primeiro-ministro não é o bem-estar da população nem a segurança do seu povo, mas sim a desocupação das prisões, para depois afirmar de ar confiante e arrogante que Portugal tem uma das menores taxas de criminosos da Europa.
E para quê? O cidadão comum sente-se inseguro e assustado; as famílias das vítimas sentem-se injustiçadas e os criminosos? Esses cada vez se sentem mais fortes e poderosos.
No final de tudo, ainda não consegui perceber como é que há eleitorado que confie nestes governantes, que ao longo destes anos, se têm mostrado uma farsa.

Por: Alexandra

4 comentários:

TA-SE(xto) disse...

Palavras para quê?
Este é o texto que mostra o que todos sentimos neste momento.
Muitos parabéns amiga!!
És estrondosamente fantástica!!
Mónica XD

Ana Patrícia disse...

Parabéns Alexandra! :)
O texto está fantástico!
Isto sim! é um texto de opinião.

Boas Férias,
Ana Patrícia

Anónimo disse...

parabens fis meu dever copiando esse texto

Anónimo disse...

muito obrigado copiei o texto e ganhei ponto kkk